Conservação de alimentos

Comércio de alimentos: como acertar a quantidade ideal da compra?

comércio de alimentos

Quem tem um comércio de alimentos sabe que precisa lidar com uma série de situações para manter o estabelecimento lucrativo. Afinal, trabalhar com produtos perecíveis, como comida, exige cuidados extras para evitar perdas no estoque.

Por isso, um dos conhecimentos principais de logística para um estabelecimento desses é saber como calcular a quantidade ideal de matéria-prima para atender às necessidades dos seus clientes, evitar desperdícios e prejuízos financeiros. Para aprender como fazer essa conta, siga a leitura até o fim!

Veja quantas pessoas seu comércio de alimentos pode atender

Existem vários métodos para calcular a quantidade certa de alimentos que seu comércio deve comprar. Uma delas é garantindo que você não pegará mais do que o necessário. Para isso, comece descobrindo qual é o máximo de pessoas que você pode atender.

Analise a capacidade máxima do seu comércio de alimentos e verifique a média de permanência dos clientes no local. Com esses dois valores, você saberá a capacidade máxima do seu estabelecimento em um dia.

Por exemplo, se puder atender 50 pessoas por vez e cada uma ficar em média 40 minutos. Os funcionários que trabalham 8 horas por dia, poderão atender aproximadamente 600 pessoas por dia. Em um mês, são 13.200 pessoas (considerando 22 dias). Por isso, compre apenas o suficiente para uma média como essa.

Analise a média de pessoas atendidas no seu estabelecimento

No entanto, uma coisa é a capacidade máxima atendida no seu estabelecimento. Outra coisa é a frequência média do seu comércio de alimentos. Dificilmente você trabalha com a capacidade máxima.

Analise a sua média levando em conta a sazonalidade (diferentes épocas do ano contam com médias de público diferentes) e condições da sua região. Isso dará uma boa base para calcular quanto comprar de alimentos.

Veja a média de consumo dos seus atuais clientes

Além do número de pessoas, é importante chegar à média de consumo dos seus clientes. Que pratos eles normalmente comem? Quanto pedem? Qual o consumo de cada pessoa que entra no estabelecimento?

Além disso, cheque para ver se as porções que você serve são grandes demais. Se for comum a devolução do prato com comida nele, então é possível que você esteja servindo demais e vale a pena diminuir a porção para economizar e evitar desperdícios.

Verifique sua capacidade de armazenamento de alimentos

Com base na sua frequência média e consumo padrão dos seus clientes, é possível ter uma impressão adequada de quanto você deverá comprar por período. No entanto, é importante verificar a sua capacidade de armazenamento dos alimentos.

Ou seja: se você só puder armazenar 100 quilos de carne, por exemplo, e levar 2 semanas para consumir essa quantidade, não vale a pena comprar 200 quilos de uma vez, pois seu comércio não conseguirá conservar essa porção. Por isso, é importante considerar também a sua estrutura e capacidade física para poder evitar desperdiçar alimentos e acabar com prejuízo por causa disso. 

Seguindo essas dicas, você conseguirá calcular a quantidade certa de comida para o seu comércio de alimentos, sem causar desperdícios e nem ter prejuízo no processo. Assim, terá um fluxo constante de ingredientes sempre frescos para seus clientes.

Gostou das nossas dicas? Então, curta nosso Facebook para acompanhar mais conteúdos como este!

Um comentário em “Comércio de alimentos: como acertar a quantidade ideal da compra?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *